Armadilha contra a "Dengue"- mosquitérica

Postado por Marcos às 18:09

Esta postagem não tem muito a ver com o contexto do blog, mas acho que todos devemos nos unir na luta contra a dengue.

Não deixe de por em prática nem que seja uma armadilha só, desta forma voce estará colaborando para diminuir os casos de dengue.

Temos aqui uma armadilha para enganar a femea do mosquito da dengue, uma mosqueteira que trabalha da seguinte forma:

Deixa parte da agua acima de uma rede onde o mosquito pode colocar os ovos, estes vão para o fundo ultrapassando uma tela localizada no meio da armadilha, ao virarem larvas ficam maiores que o orificio da rede e não conseguem sair, veja imagens abaixo:

O material necessário: uma garrafa pet de 1,5 ou 2 l, um pedaço (5 x 5 cm) de microtule, quatro grãos de alpiste ou uma pelota de ração de gato, uma tesoura, uma lixa de madeira número 180 e fita isolante preta 









Retire a tampa da garrafa e o anel do lacre, sem que ele se rompa 











Corte a garrafa em duas partes. Para facilitar a operação, amasse a garrafa até obter uma dobra, onde pode ser aberto um furo. Posicione a tesoura no furo e corte o restante da garrafa 









Lixe toda a superfície interna do funil, até que ela fique áspera e fosca. Essa parte da garrafa será a tampa da "mosquitérica"










Dobre o pedaço de microtule e cubra a extremidade do funil correspondente à boca da garrafa. Use o anel do lacre como presilha. Certifique-se de que o material cobriu toda a área 









Triture as quatro sementes de alpiste, ou a pelota de ração felina, e coloque dentro do copo 











Encaixe o funil, com o bico para baixo, dentro do copo formado pela outra metade da garrafa. Vede as duas partes com a fita isolante preta 










Usando um pedaço da fita, marque no copo a altura ideal do nível da água. Metade do funil deve ficar preenchido com água. Verifique-a diariamente, repondo a água que evapora









 Caso apareçam larvas, para identificar se são da espécie Aedes aegypti basta jogar um foco de luz intensa (produzido por uma lanterna, por exemplo). Se as larvas fugirem, são do mosquito 

Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/album/080421mosquiterica_album.jhtm






Coloque a armadilha no quintal ou onde ficam os mosquitos. É necessário ser um local sombreado, a fêmeas do mosquito não gostam de sol.
A fêmea do mosquito, verfica onde está havendo evaporação da água para colocar os seus ovos.

A superfície fica corrugada e com isso a água sobe por capilaridade, aumentando a taxa de evaporação atraindo mais facilmente a fêmea do mosquito “Aedes Aegypti”.

A fêmea só põe ovos onde ela identifica que a água possui alimento para as larvas. Até “os mosquitos” têm instinto materno por isso os grãos de apliste ou arroz (cru).

O mosquito adulto vive de 30 a 35 dias, e as fêmeas põem ovos de quatro a seis vezes, nesse período. Em cada vez, ela põe cerca de 100 ovos, sempre em locais com água limpa e parada. Se não encontra recipientes apropriados para depositar seus ovos, a fêmea pode voar distâncias de até três quilômetros até localizar um ponto que considere ideal. A temporada de chuva, complica as coisas: um ovo de aedes aegypti pode sobreviver até 450 dias – um ano e dois meses – mesmo que o local em que ele foi depositado fique seco. Se esse local receber água novamente (quando há uma chuvarada, por exemplo), o ovo volta a ficar ativo, podendo se transformar em larva e depois em pupa, e atinge a fase adulta num prazo curtíssimo: de dois a três dias.

1 comentários:

Anônimo disse...

lixo :)) Enfia no cu isso Vaai lá reclaam cmg ! http://www.facebook.com/guividaloka.amorim




Lixoooo =))

Deixe seu comentário, ele é importante.

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))